BlogBlogs.Com.Br

sexta-feira, 29 de maio de 2009

Soneto do amor mudo


Amor aquele que não ouso dizer o nome,
Que me devora, que machuca e que consome!
Amor aquele que arranca, que levanta e que acende,
Que tortura... Amor aquele que censura, em estado renitente.

Amor àquele que não ouso dizer o nome,
Que é crescente e progressivo;
Que me prende e faz de mim refém,
De seu próprio esplendor e gigantismo.

Amor aquele que não ouso dizer o nome,
Que me perverte...
Amor aquele que me diverte e faz-me morrer.

Amor aquele que insiste em permanecer mudo,
Que revela-se e para mim é tudo,
Absoluto sobre todo o meu querer.


Foto por: Tuane Eggers

11 comentários:

Nat Valarini disse...

Amor é tão simples...

... são as pessoas que dilaceram uns aos outros por não saber lidar com este nobre sentimento, com a convivência, com as diferenças.

Amor é o mais singelo e tranquilo dos sentimentos.

INFORMIX disse...

Bom.. pra te falar a verdade gostei muito dessa postagem..

se puder
visite o meu lá e comente-o
http://informixinformatica2.blogspot.com

Agradeço..
Falow

FAGGH disse...

amor é para ser verdadeiro e simples , não acho o amor uma complicação

www.celebritypoke.blogspot.com

Rosangela A. Santos disse...

Adorei é uma letra de musica?
ficou aprecendo .. eu achei!!

Abç..

Jenny disse...

Lindíssimo.

CaroL Rios disse...

Teu soneto é lindo, mas me parece tão sofrido...por que não ousas dizer o nome? rs
Como disse FAGGH, o amor é pra ser simples sim...mas a grande questão é: por que a gente complica tanto? :)

Lidianne Andrade disse...

muito legal seu blog, seu poema e a foto é tudo!

Gaby Chame disse...

lindissimo *-* estou apaixonada pelo blog ;)

;*

antoniopimenta disse...

Legal a sua postagem!

Sucesso ao blog!

Abraços

мiмi ' disse...

seus textos são lindos.
adorei toodos, ainda mais do primeiro, sobre o ladrão de estrelas, achei muito lindo.

;*

Jean MIchel Valandro disse...

E pior que isso é bem verdade...
Acho que todo mundo já teve algum amor mudo!!
E concordo que isso é um tanto quanto complicadinha, às vezes.

Adoro a forma como tu aborda os sentimentos, com todos esses adjetivos. ^^

Continue escrevendo, adoro vir aqui e ler ;)

Postar um comentário