BlogBlogs.Com.Br

domingo, 6 de setembro de 2009

À minha doce criança

Doce criança,
Por que queres sair
Se sabes que jamais irás conseguir
Levar para fora
Toda a beleza que tens aqui agora?


Doce criança,
Não adianta ficarmos tristes,
Nem mesmo sei porque tanto tu insistes!
Para esta alegria, eles ainda não estão prontos
Todas estas cores só os deixam mais e mais tontos.


Doce criança,
Não afogue teus olhos nessas lágrimas!
Não envenene teu coração com estas mágoas,
Se muito mais belos são os teus sonhos
E a vida explosiva em teus olhos risonhos!


Doce criança,
Por favor, tente sorrir.
Tu sabes que eles não podem te ouvir.
Não cantes lindamente com, até mesmo, teus ossos
Se os ouvidos deles não escutam como os nossos.


Doce criança,
Tu não precisas lutar nesta guerra.
Foge! Corre de volta para tua terra!
Aqui os problemas deles jamais irão te alcançar
Então respire, doce criança! Eis aqui o teu lugar.


Doce criança,
Prometa que não vais te esquecer de amar,
É doloroso, mas teu coração jamais deve parar.
Aguente firme! Não quero te ver sofrendo.
Quero apenas te ver tranquila, adormecendo.


Dorme, doce criança, dorme!
Dorme por mais dez anos!
De nada adiantam todos os teus planos!
Por ora, esqueça a isso tudo
E quando, por fim, acordares fundarás um novo mundo.

Foto por: Tuane Eggers

12 comentários:

J.F. Marques disse...

Parabéns, você escreve muito bem, continue usando esse dom para a escrita, seus leitores agradecem.
Abraço.

Bruno disse...

Gostei muito
você escreve muito Bem
POde ter certeza ke está no caminho certo
Continue assim
parabéns
http://puroqi.blogspot.com

Diego Rodrigo disse...

Muito bom o poema!

Daniel Silva disse...

Sinto uma inveja (boa) das pessoas que conseguem criar coisas bonitas como essa.

Abraço

Alexandre Veras da Luz disse...

Goistei banstante, vc escreve muito bém!

Jean MIchel Valandro disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Jean MIchel Valandro disse...

Adoro doces crianças ^^
Principalmente a minha, hsuahsa

E que consigamos continuar mantendo-as, afinal, acho que faz-nos mais bem que mal tê-las conosco...

Abração gurii, parabpens pelo poema!! Adooooooro.

V• disse...

:)

JH disse...

Parabéns pelo poema Léo!

Luiz Lukas disse...

Putz, fodástico seria a palavra para esse poema, mais creio que ainda seja pouco! Lindão!

Parabéns continue a exercitar o dom!


http://luizlukas.blogspot.com/

Wandinha disse...

Cara... Eu adorei. Você usou figuras de linguagem e comparações muito bem elaboradas ^^
Se voicê desejar, visite meu blog:
Noitardear

Cindy! disse...

Nossa muito bom! Parabens!
Doce criança quando acordar diga-me o que viu ao abrir seus olhos!
;]

http://worldclt.blogspot.com/

Postar um comentário