BlogBlogs.Com.Br

domingo, 16 de outubro de 2011

Entre irmãos.

Eles te pregaram aí, não foi?
Sabe, gosto de fitar-lhe os olhos por horas a fio e sorrio sozinho ao ver que são iguais aos meus.
Sujeito eu sujeito a você.
Você gosta de mim?
De repente senti-me desconfortável e levantei.
Olhei para os meus joelhos e percebi que já estavam cobertos de sangue.
Sangue meu ou sangue seu?
Não faço a menor ideia, mas teu peso tornou-se pesado demais para meus ombros magros.
Te abandonarei hoje, como tu.

Escuta, eu tenho uma ideia:
Por que você não desce daí e caminha ao meu lado de uma vez por todas?
Seguro firme nas suas mãos dilaceradas e chegamos juntos a última estância de mim mesmo.


Foto por: Tuane Eggers

3 comentários:

ingra costa e silva♥ disse...

Preciso falar que a cada texto, me encantas mais?

Anônimo disse...

Gostei muito! fabiane

Cicero Edinaldo disse...

Lindo isso! Gosto da forma como vc envolve o leitor! Apesar do texto ser pequeno, ele é muito intenso. Desperta sentimentos, desperta emoções! Parabéns!
----
blogestarcomvoce.blogspot.com
(1 ano de blog: obg por fazer parte dessa história!)

Postar um comentário